Resumo de Amor & Revolução
Foi divulgado o resumo dos próximos capítulos da Novela Amor e Revolução de 31 de outubro a 4 de novembro de 2011. Confira abaixo os principais acontecimentos da Novela Amor e Revolução essa semana no resumo do dia 31-10, 1-11, 2-11, 3-11 e 01/11/2011. Aqui o resumo completo do dia 31 de outubro, 1 de novembro, 2 de novembro, 3 de novembro, 4 de novembro de outubro de 2011. Da semana de 31 de outubro a 4 de novembro de 2011.

Capítulo 150, segunda-feira, 31 de outubro – José aconselha Ana a tirar férias e viajar. Filinto vai ao hospital conversar com Dr. Ruy e pergunta ao médico se ele tem certeza de que Olivia está morta. O médico afirma que não existe a possibilidade de Olivia ter sobrevivido. Os pais de Marcela chegam à redação do jornal. Marcela apresenta os pais a Marina. Miriam revela a José que está grávida. Filinto pergunta a Julia se ela ajudou Olivia. O militar percebe que a enfermeira fica extremamente nervosa. Ele a ameaça ao dizer que se Olivia estiver viva, vai descobrir quem a ajudou e punir. Os guerrilheiros colocam o plano em ação e invadem o hospital. O grupo faz Dr. Ruy de refém. Batistelli pergunta onde estão as armas. O médico entrega a chave do depósito onde ficam as armas. Filinto e Julia ouvem barulhos e gritos. O militar entra em pânico. Ele deita em uma maca e pede para Julia cobri-lo com lençol e dizer aos guerrilheiros que é um doente moribundo. Em conversa com Jandira, Heloisa pede para a guerrilheira não atrapalhar o namoro dela com Bartolomeu. Violeta aponta arma para Dr. Ruy e pergunta de Filinto. Violeta e Telmo entram no quarto em que Filinto está escondido e perguntam dele para Julia. Filinto levanta da maca e xinga Violeta. Telmo atira na mão do major. Margarida vai ao Dops conversar com Aranha. O delegado fala a ex-mulher que descobriu que ela está namorando um advogado de preso político. Aranha ameaça assassinar Margarida. Violeta e Telmo fazem Filinto de refém. Filinto se torna um escudo para a saída dos guerrilheiros do hospital. Ele é levado para o “aparelho” em que os guerrilheiros se escondem. José afirma a Miriam que não vai se casar com ela. Ele promete acompanhar e apoiar a gravidez, mas não vai se casar com uma mulher que não ama. Manipuladora, Miriam afirma que vai abortar o bebê.

Capítulo 151, terça-feira, 01 de novembro – Marcela revela aos pais que está apaixonada e quer que eles conheçam a pessoa. Filinto está no “aparelho”. Diante dos guerrilheiros, Violeta acusa o militar de vários crimes e torturas. Violeta revela a todos que é Olivia. Os guerrilheiros ficam atônitos. Filinto pergunta a Olivia se foi a enfermeira Julia quem a ajudou a sair do hospital com vida. Olivia começa a contar toda a história. Ela conta que Julia foi muito rápida e colocou o corpo de uma indigente, que estava no hospital, no caixão. Olivia revela que Julia a levou para a própria casa e a curou. Os guerrilheiros improvisam um tribunal para julgar os crimes de Filinto. Marcela leva Marina e os pais para jantarem na cantina de Beto Grande. Marcela está sob pressão. O pai dela conta que comprou uma fazenda e colocou no nome da filha para preparar o dote de casamento. Marcela o afronta ao dizer que não está pensando em casamento. Ao beijar Bete, João a chama de Stela. Bete se descontrola. À parte, Marcela afirma a Marina que está disposta a contar toda a verdade aos pais. Marina fica aflita. Marcela está decidida. Olivia tira a peruca na frente de Filinto. Ele fica espantado e a chama de frígida, seca. Enfurecido, Filinto xinga os guerrilheiros de bandidos e marginais. Durante o “julgamento” de Filinto, Olivia afirma aos companheiros que deseja a tortura seguida de pena de morte para ele.

Capítulo 152, quarta-feira, 02 de novembro – Jeová leva água para o preso Ivo. O carcereiro tenta convencer o rapaz de que ele não concorda com o que se passa no Dops. Ivo fica um pouco desconfiado, mas começa a falar sobre Marighella para Jeová. Filinto tenta convencer os guerrilheiros de que tomou Lara e Alice dos pais para ajudá-las. Não bastasse, Filinto diz a Maria que prendeu José para protegê-lo dela. Maria fica indignada. Batistelli abre votação entre o grupo para a execução de Filinto. Em discussão com Miriam, José diz que ela não pode abortar o bebê. Miriam se exalta e começa a gritar com José, que a deixa só para atender o telefone. É Maria! Ana tenta tranquilizar Miriam, que escuta a conversa de Maria e José na extensão. Furioso, Lobo Guerra conta a Ana que Filinto foi sequestrado pelos guerrilheiros. Ao entrar no escritório, o general flagra José ao telefone. Lobo Guerra pergunta se é Maria. O general conta a José que Filinto foi sequestrado. Lobo Guerra diz para José avisar aos guerrilheiros que ele quer Filinto vivo. Ele ameaça enterrar Maria Paixão viva. Miriam conta a Lobo Guerra que ouviu a conversa de José e Maria pela extensão. Maquiavélica, ela diz que os dois marcaram encontro. Batistelli diz a Filinto que a vida dele está nas mãos de Olivia. Com sede de vingança, Olivia afirma que quer a morte de Filinto. Ele fica aterrorizado. Os pais de Marcela fazem um brinde ao aniversário da filha. Os dois falam sobre o desejo de ver a filha subir ao altar. A mãe de Marcela diz que a filha sempre foi muito estranha desde criança. Na reunião do Comando de Caça aos Comunistas, Lobo Guerra revela ao grupo que Filinto foi sequestrado. O general ordena que o grupo encontre o “aparelho” em que Filinto está sendo mantido como refém. Jandira, Bartolomeu, Heloisa e Nina não aprovam a morte de Filinto, pois acreditam que ao agir assim têm uma postura mais civilizada, diferente dos militares da ditadura. Olivia, Telmo, Batistelli e Henrique querem a morte do torturador. Há um empate. O voto de decisão fica com Maria.

Capítulo 153, quinta-feira, 03 de novembro – os pais de Marcela pedem para ela revelar o nome do rapaz por quem está apaixonada. Marcela e Marina se entreolham. Marcela promete revelar o nome do pretendente, mas em uma outra ocasião. Miriam diz a Ana que José quer abandoná-la para reatar com Maria Paixão. A decisão de Maria é que Filinto seja usado para ser trocado por prisioneiros políticos. Olivia fica decepcionada. Filinto toma a arma da cintura de Henrique e faz Maria de refém. Stela e João têm uma discussão. Stela diz que João tem ciúmes de Miguel. Ivo pergunta a Jeová se os policiais do Dops vão interrogá-lo. Maria luta com Filinto. Olivia atira na perna dele. Marina pede para Marcela não se precipitar e contar aos pais que as duas são namoradas. Olivia dá outro tiro em Filinto. Os guerrilheiros decidem deixar Filinto na porta de um hospital. Miriam chega aos prantos no teatro, conta ao grupo que está grávida e José não quer se casar com ela. Os guerrilheiros deixam Filinto na calçado do Hospital das Forças Armadas.

Capítulo 154, sexta-feira, 04 de novembro – Marcela leva seus pais ao teatro. Marina está um pouco incomodada. Os enfermeiros chegam com Filinto baleado no hospital. Ana diz a Lobo Guerra que está preocupada com Filinto. Os dois têm uma discussão. O general culpa José pelo sequestro de Filinto. Juliana telefona para Lobo Guerra e o avisa que Filinto foi encontrado baleado e está no Hospital das Forças Armadas. Ana e Lobo Guerra decidem ir para o hospital ver o filho. Inconformada, Olivia fala a Telmo que não quer acreditar que Filinto saiu vivo do “aparelho”. Telmo consola Olivia. Ao ver os dois, Nina fica enciumada. Telmo tenta tranquilizar Nina e diz que ela não tem motivos para sentir ciúmes. Nina pede para Telmo explicar sobre a participação dele no Comando de Caça aos Comunistas. Aranha chega com policiais ao teatro de Vanguarda. Os policiais mascarados espancam os atores e quebram o teatro. Jandira afirma a Batistelli que eles serão procurados por Lobo Guerra com toda a fúria, pois Filinto foi baleado. Jandira acusa Batistelli de defender a atitude de Olivia. Mascarados, os policiais explodem o teatro. João e Stela são levados para o Dops. Maria e José conversam ao telefone. Duarte e Beto estão machucados. Na cantina de Beto, os atores notam a ausência de Stela e João. No galpão de tortura do Dops, Stela e João são aterrorizados por Aranha e Fritz.