Confira o resumo dos próximos capítulos da novela Da rede Record Vidas em Jogo. Com muitas cenas de ação, panorâmicas maravilhosas do Rio de Janeiro e até número de musical com um corpo de bailarinos, “Vidas em Jogo” muitas vezes parecia ser um filme e não um folhetim.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 234, segunda-feira, 26 de março – O palhaço aciona uma bomba de fumaça, que toma o labirinto. As pessoas na festa fogem assustadas. Seguranças bloqueiam a entrada do labirinto, permitindo apenas o acesso da brigada de incêndio. Marialice se desespera. Patrícia toma o celular de Lucia e tenta falar com Regina. A empresária se emociona e decide falar com a filha. Patrícia questiona, mas Regina não revela sua localização. Depois de ser pressionada, Regina pede que Lucia leve Patrícia até o hotel em que está hospedada. A mãe de Miguel pega o endereço com a secretária e decide ir sozinha. Marialice chora muito por não ter acreditado em Jorge. Adalberto chega um pouco depois de toda a confusão e Guilherme desconfia. Raimundo e Juliana também ficam incomodados. Todos estranham a ausência dos integrantes do bolão. O investigador que cuida dos assassinatos surge no local da festa. Margarida aparece, fingindo que não sabe de nada, e logo começa a ser interrogada sobre a suposta aliança que fez com Regina. Severino sai do banheiro e fica em choque ao saber que Jorge foi assassinado. Ele também é chamado pelo investigador para prestar esclarecimentos. Francisco e Marizete chegam, separados, e também ficam chocados. Interrogado pelo investigador, Francisco afirma que toda a confusão pode ter sido armada por Regina e Margarida. Algumas pessoas estranham a ausência de Carlos. Margarida e Marizete brigam mais uma vez. No cativeiro, Carlos desperta, mas percebe que está amordaçado. Os integrantes do bolão, que estavam na festa, são interrogados um a um. Cleber provoca Carlos. O miliciano revela que antes dele, Regina e Elton já passaram por ali. Lucas volta para o local da festa e fica chocado ao saber que o palhaço assassino atacou mais uma vez. Margarida se aproxima de Lucas e afirma que Carlos provavelmente não é o assassino. O ex-motorista de van afirma que o milionário pode ter um comparsa. Margarida se descontrola durante o interrogatório. Patrícia e Regina se encontram. A empresária afirma que continuará empenhada em seu plano para eliminar os integrantes do bolão. A mãe de Miguel se irrita. Ela afirma que chamará a polícia se Regina não se entregar.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 235, terça-feira, 27 de março – Regina se sente traída por Patrícia. A empresária tenta justificar seus atos, mas a mãe de Miguel não se convence. Regina confessa que teve participação no assassinato de Andrea. Patrícia começa a chorar, quando entra o promotor de justiça. A mãe de Miguel revela que estava utilizando uma escuta autorizada por um juiz. Antes de sair, Regina se sente arrasada com a traição de Patrícia. Ela sai com o promotor, sem resistir. Quando fica sozinha, Patrícia chora muito. Ela liga para Francisco e conta tudo o que aconteceu. Ele se nega a encontrá-la e afirma que seu choro não passa de uma chantagem emocional. Lucas volta ao cativeiro muito irritado. Ele aponta sua arma para Carlos e exige que ele revele o nome do suposto comparsa. Lucas tira a mordaça do milionário e começa a agredi-lo. Patrícia conta a Lucia que entregou sua mãe. Francisco chega ao apartamento e afirma que levará Miguel para sua casa. Depois que Lucia sai, os dois começam a discutir. Patrícia se descontrola e acerta um tapa no rosto de Francisco. Ela expulsa o milionário, que promete conseguir a guarda de Miguel. Tatiana fica em choque ao descobrir que sua mãe foi presa. Lucas continua ameaçando Carlos. Mesmo sendo pressionado, o milionário afirma que não pode dizer o que estava fazendo no dia em que Augusta foi morta. Exausto, Adalberto chega na sala secreta do palhaço assassino e comemora mais uma etapa bem sucedida. Todos os suspeitos do bolão saem de suas casas, de madrugada, sem serem vistos. Quando retornam pela manhã, levantam suspeitas de seus familiares. Welligton se desespera ao saber, através de Fátima e Cacau, que Carlos desapareceu após a morte de Jorge. Ele calça os sapatos e consegue fugir da clínica. Margarida liga para Lucas e conta que Regina foi presa. Ela o alerta porque a empresária pode contar tudo na delegacia. Rita se encontra novamente com Franco, o homem que se comprometeu a fazer algo para acabar com a testemunha de Patrícia. Ele revela que encontrou a catadora de lixo, mas como a mulher é honesta, o único jeito seria matá-la. Rita fica indecisa. De carro, Fabinho e Marizete retornam para o local onde Elton foi encontrado. Ele mostra que está levando uma arma. O personal stylist freia bruscamente quando vê a van de Lucas estacionada no local. Eles se aproximam do veículo e decidem seguir algumas pegadas.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 236, quarta-feira, 28 de março – Fabinho tem um mau pressentimento, mas decide seguir em frente com Marizete. Ela afirma que vai se certificar do que está acontecendo. Se algo estiver errado, vai chamar a polícia. Lucas continua pressionando Carlos, que continua alegando sua inocência. Welligton encontra Stella em um estado deplorável. Ela assume que está se prostituindo para conseguir drogas. Ela entrega uma caneta para Welligton e pede que ele troque por mais pedras de crack. Fátima e Cacau saem para tentar achar o ex-jogador. As duas encontram Welligton ao lado de Stella, que está muito mal. Ardendo em febre, ela desmaia. O jogador coloca Stella nos braços e todos se dirigem ao hospital. Divina diz a Severino que Ernesto pode ter conseguido alguns cabelos de Jaqueline para fazer o exame de DNA. Daniel encontra o ex-presidiário e pede que ele não faça o exame, pelo bem de Jaqueline. Patrícia lamenta por Regina ter negado recebê-la na delegacia. Fabinho e Marizete avistam o casebre. Eles decidem se aproximar devagar. A dupla começa a ouvir gritos e acredita que Lucas está em perigo. Enquanto espera pelo atendimento no hospital, Stella piora e começa a tremer muito. Arrependida, ela aperta a mão de Fátima, que se emociona. Stella pede perdão por todos os seus atos e morre. Welligton chora bastante. Fabinho bate à porta do casebre. Como Lucas não atende, ele estoura a fechadura da porta dando tiros com sua arma. Fabinho entra com Marizete, mas fica surpreso ao ver que Lucas não é o refém. Confusos, eles percebem que Carlos e Cleber estão amarrados. O corpo de Stella é removido para o necrotério. Fátima explode em um misto de desespero e medo e começa a bater em Welligton, exigindo que ele largue as drogas. Ela cai em si e começa a chorar, desesperada. Lucas tenta se explicar, mas Marizete não o ouve. Mesmo sob a mira do revólver do ex-motorista de van, Marizete se aproxima de Carlos para desamarrá-lo. Lucas se joga para cima da milionária, que, depois do impacto, bate com a cabeça na parede. O ex-motorista de van se agacha para socorrer sua amiga. Fabinho se aproveita e o acerta com uma coronhada. O personal stylist desamarra Carlos. O milionário explica que tem pressa em encontrar Welligton e, por isso, Fabinho lhe entrega a chave do carro. Lucas se levanta, ainda zonzo, e corre para capturar Carlos. Marizete acorda e decide libertar Cleber para que todos possam sair do cativeiro antes que Lucas retorne. O miliciano é escoltado pela dupla. Carlos consegue entrar no carro e foge. Lucas pega sua van e inicia uma perseguição. Enquanto acelera o carro, Carlos encontra o celular de Marizete. Ele liga para um amigo e pede ajuda. Cleber tenta utilizar Marizete como escudo para se defender de Fabinho e fugir, mas acaba levando um chute que o deixa impossibilitado. Depois que se recupera, Cleber se aproveita de um momento de distração de Fabinho e decide fugir. A dupla decide persegui-lo. Welligton foge do hospital. Carlos chega em uma barreira policial colocada por seu amigo. Ele para o veículo e Lucas é obrigado a frear. O ex-motorista de van é rendido e levado pelos policiais. Cleber surge de repente e Fabinho aponta sua arma. O bandido não teme ser baleado e exige a arma.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 237, quinta-feira, 29 de março – Cleber não teme ser baleado. Ele se aproxima de Fabinho, que treme bastante. O bandido parte para cima do personal stylist, que fecha os olhos e atira. Cleber cai de joelhos. Nem o próprio Fabinho acreditava que podia atirar. Marizete fica boquiaberta. Incrédulo, Cleber afirma que fugiu da polícia, de armadilhas e até mesmo foi baleado na cabeça para no fim das contas, cair dessa forma. Ele cai morto, enquanto Fabinho e Marizete espalmam as mãos. Carlos conversa com Fátima ao telefone. Ela revela que Welligton fugiu. O jogador tem alucinações após fumar algumas pedras de crack. Ele entra em um bueiro para fugir de suas visões. Policiais encontram Marizete e Fabinho, que contam tudo sobre a morte de Cleber. O personal stylist cai em si e se desespera ao pensar que matou um ser humano. Marizete liga para Francisco e conta que Cleber foi morto por Fabinho. José fica muito feliz ao saber da notícia. Juliana e Raimundo visitam Lucas na clínica psiquiátrica em que ele foi internado. Amarrado na cama, o ex-motorista de van implora para ser solto. Raimundo conta que Cleber morreu, mas Lucas olha desconfiado, louco, e começa a gritar. Juliana chora muito, enquanto é confortada pelo filho de Augusta. Lucia e Dila contam a Regina que Cleber morreu. A empresária vibra de alegria. Lucas continua afirmando que Carlos vai matar todos. Raimundo busca uma enfermeira, que aplica um tranquilizante no ex-namorado de Andrea. Regina pede que Lucia providencie tudo para sua fuga. Divina discute com Ernesto e se revolta por ele ter mentido quando contou que não esteve na festa. Ele revela que os cabelos não serviram para o exame porque deveriam estar com a raiz. Divina ameaça abandoná-lo se tentar fazer o exame de DNA novamente. O promotor diz a Patrícia que Rita mordeu a isca. O encontro entre ela e a catadora de lixo já foi marcado. O promotor afirma que tomará providências para capturá-la. Patrícia revela que também estará presente. A dançarina conversa ao telefone com Zeca. O presidiário afirma que se ela for presa, irá matá-la. No dia seguinte, Patrícia sai com o promotor. Rita se disfarça de catadora de lixo e encontra Franco. Firmina utiliza uma escuta e fica em contato com o promotor o tempo todo. De longe, Rita observa a mulher.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 238, sexta-feira, 30 de março – Rita percebe uma estranha movimentação. Ela se aproxima lentamente de Firmina, que se assusta ao vê-la. A dançarina convence a catadora a se afastar um pouco para que possam conversar mais reservadamente. O promotor monitora tudo ao lado de Patrícia. Rita tenta convencer Firmina de que ela não estava no cativeiro. Ela decide contar toda sua história para comover a mulher. Zeca diz a um colega de cela que Rita vai tirá-lo da cadeia. A dançarina oferece dinheiro para a catadora de lixo, que não aceita nada. O promotor pede que Firmina faça com que Rita confesse seus erros. A mulher fica tensa e olha para alguns carros que estão parados por ali. Rita percebe e pergunta se ela está gravando a conversa. O promotor pede que todos os seus homens fiquem alertas porque Rita já descobriu tudo. A dançarina corre o mais rápido possível. Patrícia sai do carro e consegue alcançá-la. Marialice chora muito durante o enterro de Jorge. Margarida pede a ajuda de Francisco para marcar outra reunião com a turma do bolão. Mesmo a contragosto, ele afirma que vai tentar. Rita tenta fugir, mas Patrícia não permite. A mãe de Miguel tenta tirar algumas fotos de Rita vestida como catadora de lixo para mostrar tudo a Francisco. A bolsa de Patrícia cai no chão e alguns de seus pertences se espalham. O promotor e alguns homens chegam para separar as duas. Eles ajudam Patrícia a catar tudo do chão e levam, enquanto Rita chora de raiva. Ela percebe a carteira de Rita deixada no chão e decide pegar com um saco plástico para não deixar suas digitais. Carlos chega ao enterro, acompanhado por Grace. Ele vai tirar satisfações com Margarida, que sabia de tudo sobre os planos de Lucas. Ela tenta se justificar, mas o milionário não se convence. Os integrantes do bolão se aproximam, mas também não oferecem apoio a Margarida. Ela começa a chorar e Valdisnei decide levá-la. Rita entrega a carteira de Rita para Franco. Ela pede que o objeto seja deixado ao lado do corpo de Firmina. Ernesto pensa em Jaqueline e fica emocionado. Ele decide entrar em contato com uma agência de viagens para saber o preço da passagem para Buenos Aires. Rita chega ao enterro, ainda vestida como catadora de lixo. Ela diz que se disfarçou para encontrar Firmina, mas se faz de vítima. Rita mente que encontrou Patrícia e o promotor conversando com a mulher no local. Francisco acredita que a mãe de seu filho está subornando Firmina. Welligton liga para Cacau e conta que está perdendo na luta contra a droga. Depois de lamentar por tudo, ele chora e desliga o telefone. Patrícia aparece no enterro. Francisco se irrita e tenta expulsá-la. Antes que a situação piore, Adalberto leva Patrícia para fora do local. Um homem armado vai até a casa de Firmina, mas não a encontra. Ele confere a carteira de Patrícia em seu bolso e fica por ali. Marialice desmaia quando o caixão de Jorge é levado. Rita fica sabendo que a casa de Firmina está desprotegida e decide ligar para Patrícia. Ela exige que as duas se encontrem com Firmina, caso contrário, Miguel poderá sofrer as consequências. Sem saída, Patrícia aceita. Firmina é baleada pelo homem que a aguardava em sua casa. Ele deixa a carteira de Patrícia perto do corpo. Marizete encontra em seu quarto o colar que havia desaparecido. Ela exige que Marta fale a verdade, mas José assume o roubo. Patrícia fica chocada ao ver o corpo de Firmina.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 239, segunda-feira, 02 de abril – Rita percebe uma estranha movimentação. Ela se aproxima lentamente de Firmina, que se assusta ao vê-la. A dançarina convence a catadora a se afastar um pouco para que possam conversar mais reservadamente. O promotor monitora tudo ao lado de Patrícia. Rita tenta convencer Firmina de que ela não estava no cativeiro. Ela decide contar toda sua história para comover a mulher. Zeca diz a um colega de cela que Rita vai tirá-lo da cadeia. A dançarina oferece dinheiro para a catadora de lixo, que não aceita. O promotor pede que Firmina faça com que Rita confesse seus erros. A mulher fica tensa e olha para alguns carros que estão parados por ali. Rita percebe e pergunta se ela está gravando a conversa. O promotor pede que todos os seus homens fiquem atentos porque Rita já descobriu tudo. A dançarina corre o mais rápido possível. Patrícia sai do carro e consegue alcançá-la. Marialice chora muito durante o enterro de Jorge. Margarida pede a ajuda de Francisco para marcar outra reunião com a turma do bolão. Mesmo a contragosto, ele afirma que vai tentar. Rita tenta fugir, mas Patrícia não permite. A mãe de Miguel tenta tirar algumas fotos de Rita vestida como catadora de lixo para mostrar tudo a Francisco. A bolsa de Patrícia cai no chão e alguns de seus pertences se espalham. O promotor e alguns homens chegam para separar as duas. Eles ajudam Patrícia a catar tudo do chão e a levam, enquanto Rita chora de raiva. Ela percebe que a carteira de Patrícia deixada no chão e decide pegar com um saco plástico para não deixar suas digitais. Carlos chega ao enterro, acompanhado por Grace. Ele vai tirar satisfações com Margarida, que sabia de tudo sobre os planos de Lucas. Ela tenta se justificar, mas o milionário não se convence. Os integrantes do bolão se aproximam, mas também não oferecem apoio a Margarida. Ela começa a chorar e Valdisnei decide levá-la. Rita entrega a carteira de Rita para Franco. Ela pede que o objeto seja deixado ao lado do corpo de Firmina. Ernesto pensa em Jaqueline e fica emocionado. Ele decide entrar em contato com uma agência de viagens para saber o preço da passagem para Buenos Aires. Rita chega ao enterro, ainda vestida como catadora de lixo. Ela diz que se disfarçou para encontrar Firmina, mas se faz de vítima. Rita mente que encontrou Patrícia e o promotor conversando com a mulher no local. Francisco acredita que a mãe de seu filho está subornando Firmina. Welligton liga para Cacau e conta que está perdendo na luta contra as drogas. Depois de lamentar por tudo, ele chora e desliga o telefone. Patrícia aparece no enterro. Francisco se irrita e tenta expulsá-la. Antes que a situação piore, Adalberto leva Patrícia para fora do local. Um homem armado vai até a casa de Firmina, mas não a encontra. Ele confere a carteira de Patrícia em seu bolso e fica por ali. Marialice desmaia quando o caixão de Jorge é levado. Rita fica sabendo que a casa de Firmina está desprotegida e decide ligar para Patrícia. Ela exige que as duas se encontrem com Firmina, caso contrário, Miguel poderá sofrer as consequências. Sem saída, Patrícia aceita. Firmina é baleada pelo homem que a aguardava em sua casa. Ele deixa a carteira de Patrícia perto do corpo. Marizete encontra em seu quarto o colar que havia desaparecido. Ela exige que Marta fale a verdade, mas José assume o roubo. Patrícia fica chocada ao ver o corpo de Firmina.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 240, terça-feira, 03 de abril – curiosas, algumas pessoas se aproximam do corpo de Firmina. Patrícia se diz inocente, mas todos a olham acusatoriamente. Ela decide correr e vai para seu carro. Chorando, ela liga para o promotor e conta que a catadora de lixo foi morta. Franco liga para Rita e conta que Firmina foi eliminada. Ele cobra seu pagamento. Policiais se aproximam do corpo da catadora de lixo. Eles encontram a carteira de Patrícia que foi deixada no local. Dila diz a Regina que vai apoiá-la durante sua fuga. Policiais vão até a casa de Patrícia para levá-la na delegacia. Ela resiste à prisão e acaba sendo algemada. Miguel chora bastante. Dila e Lucia temem pelo plano de fuga de Regina, mas afirmam que já é tarde para desistir. Guilherme diz a Francisco que Patrícia foi presa sob a acusação de assassinato. Rita tenta envenená-lo contra a ex-namorada. Nelize, Edmundo e Marcolino se sentem incomodados. O milionário decide buscar Miguel. Lucia e Dila tentam evitar, mas Francisco leva o filho da casa de Patrícia. Rita liga para Zeca, o presidiário, e conta que Firmina foi morta. Regina e Patrícia ficam na mesma cela. A jovem conta que caiu em uma armadilha de Rita e chora nos braços da mãe. Nelize fica tensa ao ver Miguel nos braços de Rita. Ela convence a dançarina de que precisa colocar a criança no berço e Francisco concorda. Adalberto se irrita ao ouvir de Zizi que Patrícia matou Firmina. Ele grita, perguntando se existem provas e todos estranham. Juliana chora ao descobrir que sua amiga está na delegacia. Raimundo a conforta e os dois acabam se beijando. Patrícia fica arrasada ao imaginar que Miguel pode estar nos braços de Rita. Regina diz à filha que vai fugir durante a madrugada e a chama para acompanhá-la.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Vidas em Jogo, Capítulo (*) 241, quarta-feira, 04 de abril – Patrícia se nega a acompanhar Regina durante a fuga. Dila se disfarça e entra na delegacia acompanhada por um homem. Ela arma um escândalo e atrai a atenção dos policiais, que são obrigados a segurá-la. Sete homens entram na delegacia, armados, e rendem todos os policiais. Alguns deles vão em direção a cela de Regina. Emocionada, Patrícia diz que não vai fugir. Antes que Regina vá embora, as duas se abraçam. Na porta da delegacia, Regina fica paralisada e pede que todos esperem. Ela volta para a cela e diz a Patrícia que nunca vai abandoná-la. As duas se abraçam chorando bastante. Exausto, Carlos circula pela cracolândia. Levando uma foto de Welligton, ele pergunta às pessoas se alguém viu o filho adotivo. Rita entra no quarto de Miguel e o observa dormindo. Muito séria, ela estica as mãos em direção ao bebê bem lentamente. Quando está bem próxima, Miguel acorda chorando e Francisco entra no quarto. Ele percebe que o filho está com fome e também precisa trocar as fraldas. O milionário sai para buscar a mamadeira e deixa Miguel sozinho com Rita. Atraída pelo choro, Nelize entra no quarto. Ela é firme e pede que a dançarina desça para ajudar Francisco. Quando fica sozinha, a mãe adotiva de Edmundo e Marcolino diz ao bebê que vai protegê-lo. Raimundo acompanha Juliana em mais uma visita a clínica em que Lucas está internado. Francisco fica sabendo o que aconteceu na delegacia e não entende por que Regina desistiu da fuga. Ao descobrir que seus irmãos foram visitar Patrícia, ele decide ir até a delegacia para repreendê-los. Francisco adentra a sala em que Edmundo e Marcolino conversam com Patrícia. Furioso, ele começa a acusar a filha de Regina e exige que seus irmãos vão embora. Os dois se negam a acompanhá-lo. Irritado, ele sai batendo a porta. Adalberto discute com Rita e a culpa pela morte de Firmina. Ele afirma que é mais esperto do que parece e a dançarina fica com medo. Ela chora, mas Adalberto não se comove. Depois que Adalberto vai embora, ela desfaz o choro e diz a si mesma que o ex-mecânico não deve possuir prova alguma. Falsa, ela começa a chorar novamente e liga para Zizi. Rita afirma que foi acusada injustamente pelo próprio pai. Depois de uma conversa rápida, ela desliga o telefone. Irritada, Zizi diz a Guilherme que essa foi a gota d’água. Raimundo e Juliana visitam Lucas novamente. Perturbado, ele afirma que precisa sair para capturar Carlos e Regina. Lucas se descontrola e Juliana acaba deixando seu celular cair em cima da cama. Raimundo ajuda a contê-lo e decide ir embora com a jovem.

* Sujeito à alteração de acordo com a edição dos capítulos.

Em Vidas em Jogo, novela da Rede Record, resumo dos capítulos 242, 243 e 244 não foram divulgados.